5 dicas de como lavar as calcinhas corretamente

Devido à concepção física de nós, mulheres, sempre devemos estar atentas a alguns detalhes a mais.

A higienização correta das calcinhas é de extrema importância para nossa saúde física, evitando desta forma, a proliferação de fungos e bactérias na região íntima, que causam problemas como mau cheiro, irritações e corrimentos.

Consultando uma ginecologista sobre a forma correta de higienizar as calcinhas, trago para vocês essas dicas:

  1. Lave-as primeiramente no banho, esfregando o fundo dela com água quente e sabonete ( ou produto próprio para lavagem de calcinha). Não lave diretamente na máquina, pois a máquina não garante a completa remoção dos resíduos;
  2. Não lave as calcinhas junto com outras roupas. Prefira lavá-las separadamente na máquina;
  3. Não use amaciante. Dependendo do produto, ele pode causar irritações ou alergias. Dê preferência ao sabão neutro;
  4. Estenda-as longe de umidade, de preferência ao sol. Estender em lugar úmido e sem luz ou ventilação facilita a proliferação de fungos. Caso não tenha opção de estender as calcinhas ao sol, passe o fundo delas com ferro quente;

Gostou das dicas? Compartilhe com suas amigas!

A importância de organizar a casa no final do ano!

casa-organizada-c

Por que organizar a casa?

Muitos me perguntam por onde devem começar a organizar as coisas, quando se trata de colocar a vida em ordem começando pelo ambiente.

Sempre recomendo que se comece pela casa.Segundo Marie Kondo, Personal Organizer autora do Best Seller     “A Mágica da Arrumação”, os objetos que temos dentro de casa são mais do que simples “coisas”. Eles refletem os nossos hábitos, história e mais profunda intimidade desde o início da vida.Esse é o principal motivo pelo qual muitas pessoas resistem à ideia de organizar seus pertences.Afinal, “vasculhar” a própria intimidade nem sempre traz boas recordações e dá trabalho.Muitos consideram melhor, deixar as coisas como estão e acreditam que “quando sobrar tempo arrumam”.Porém, imagine o seguinte:

Como seria se você iniciasse o ano com leveza e a sensação de que você está cercado(a) somente de objetos que te trazem felicidade?

Como seria se sobrasse tempo para você fazer o que realmente é importante, sem gastar tempo tirando bagunça do meio do caminho?

Consegue se ver nessa situação? 

Como você se sentiria?

A organização de um ambiente traz todos esses benefícios para você, especialmente quando falamos da nossa casa.

Quando você se permite organizar seus pertences no final do ano, está se permitindo organizar todo o seu ano seguinte, muitas vezes presenteando-se com a chance de reescrever a sua história, jogando fora tudo o que não faz mais sentido manter!

Por onde começar?

Comprometa-se com você mesmo!

Escolha a princípio um local da sua casa para organizar, pode ser o mais crítico, de onde você sabe que irá sair mais “bagunça”.Desta forma, a organização nos demais cômodos se tornará mais fácil para você.

Separe um dia inteiro para isso.Caso vá realizar esse serviço sozinho, as etapas são as seguintes:

  • Descartar tudo o que não te faz mais feliz, ou que não tem mais utilidade para você. Acredite, você vai se surpreender com a quantidade de coisas que irão sair;
  • Limpe o lugar. Lugar organizado e sujo é tão visualmente poluído quanto um local desorganizado.
  • Organizar o que restou, procurando manter cada objeto no local onde ele é utilizado. A Organização por categoria é a mais funcional. Ex: Itens de cabelo todos juntos, itens de maquiagem juntos, e assim por diante.
  • Não é necessário comprar uma infinidade de produtos organizadores. Descarte primeiro o que não serve mais,depois verifique a necessidade de comprar caixas organizadoras e afins. Dica: na maioria das vezes você tem caixas e outros objetos na sua casa que podem te servir como auxiliares na organização, sem que você tenha que ter um gasto maior com isso.

Se você sentir dificuldade em realizar essa tarefa sozinho e não conta com o apoio da família para te ajudar, contrate um profissional da organização. Os benefícios de contratar um profissional são:a garantia de um serviço com maior agilidade que vai ter maior durabilidade e a certeza de que esse profissional será discreto, pois como organizar é a profissão dele, ele não tem motivos para falar da sua bagunça por aí.Além disso, esses profissionais costuma deixar dicas muito valiosas de como manter a organização realizada!

Vamos começar?

 

BAGUNÇA CAUSA BRIGAS FAMILIARES

briga

Quem nunca passou por uma situação de brigar feio com pai, mãe, marido ou esposa por causa da bagunça?

Seus familiares já te acusaram de ser bagunceiro? Ou…Você já se sentiu extremamente incomodado com a bagunça de alguém que mora junto com você? Se as respostas forem positivas, este artigo é para você!

Por que as pessoas brigam por causa da bagunça?

De acordo com o Feng Shui, o ambiente em que vivemos tem intima relação com nossas energias e sentimentos. Desta forma, podemos concluir que, se o ambiente está em harmonia (em ordem), as pessoas e o relacionamento entre elas também estará “em ordem”, caso contrário, o relacionamento entre os habitantes daquele espaço ficará comprometido.

As famílias são pequenas comunidades. Quando se vive em comunidade, existem algumas regrinhas, explícitas ou não para a boa convivência, ou seja, para que as pessoas vivam em harmonia, é necessário, entre outras coisas, que exista colaboração e sintonia entre todos os membros da casa para que as tarefas cotidianas não sejam distribuídas de forma desigual e ninguém se sinta sobrecarregado, ou para que não haja um desânimo por parte dos mais sobrecarregados, aceitando viver na bagunça dos outros.

As famílias brigam por causa da bagunça quando o local em que elas vivem, torna-se desconfortável e quando não há harmonia na distribuição de tarefas entre os familiares.

Em nossa cultura, salvo exceções, é comum que as mulheres, mais especificamente mães e esposas, fiquem com a maior parte das tarefas domésticas mesmo que muitas vezes também trabalhem fora; por isso se sentem em desvantagem.

Há casos também em que o marido é mais organizado e se sente desconfortável com a bagunça, criticando os demais membros da família.

Quais as possíveis soluções para esse problema?

Distribuição de Tarefas:

Já tentou distribuir as tarefas e não deu certo? Segue algumas dicas para que você tenha sucesso nesse desafio:

– Consciência Individual e Coletiva: Como assim?Consciência coletiva é a maneira como lidamos com as regras e limitações. É necessário que TODOS, a começar das crianças pequenas, entendam um princípio simples: Ninguém é obrigado a conviver com a bagunça alheia, sendo assim, se a pessoa é bagunceira,ela deve tentar restringir à bagunça ao seu espaço pessoal. Ela pode ser bagunceira dentro do seu guarda-roupa, com os seus documentos pessoais ( embora isso não seja adequado), mas não levar a bagunça para os demais cômodos da casa, para não causar desconforto aos outros moradores.

Regrinhas simples: para que diminuam ou sumam situações como louças acumuladas na pia, toalhas jogadas na cama, lixo de banheiro há dias sem trocar, entre outros, é importante que a administradora ou o administrador da casa proponha regras simples do tipo: SUJOU, LAVE! USOU, GUARDE! Essas regrinhas básicas, quando seguidas fazem uma enorme diferença na rotina da casa, sabe por que? Porque elas estimulam que não haja procrastinação de tarefas, ou seja, se cada um lavar o que sujou e guardar o que tirou do lugar sem deixar para depois, não haverá acumulo de tarefas e a bagunça vai diminuir bastante.

– Saiba delegar: Saber delegar ( distribuir) tarefas não é simples.Exige estratégia e comprometimento de todos. Porém, se os afazeres forem distribuídos de maneira que não “pese” para ninguém e todo mundo faça um pouquinho, a tendência é seu ambiente e seu relacionamento familiar melhorarem muito.

Exemplo: Não recolha toda a bagunça de seus filhos pequenos! Ensine-os que devem guardar os brinquedos assim que terminarem de brincar.Além disso, estudos mostram que crianças a partir de 3 anos já têm entendimento para realizar tarefas como arrumar brinquedos, tirar pratos e copos da mesa e guardar pequenas quantidades de  roupas. Estimule isso!

Outro exemplo: Peça gentilmente para seu esposo ou filho maior que retire o lixo em dias específicos, e lembre-o disso se necessário. É importante lembrar que os homens têm o funcionamento diferente das mulheres, tarefas domésticas não são automáticas para eles. Então, não há problema algum em lembrá-los de algumas atividades, até que para eles se torne automático.

Dica esperta: Faça uso de um cesto ( pode ser tamanho pequeno ou médio) em cada cômodo da casa. Incentive sua família a restringir a bagunça ao cesto e faça isso também.Quando houver tempo, guarde a “bagunça” do cesto, cada coisa em seu lugar. O resultado dessa estratégia é que, em caso de falta de tempo para uma organização imediata, a bagunça ficará concentrada em um lugar só ( no cesto) evitando um visual desleixado no cômodo ou na casa toda.

Por último, faça a sua parte:Para cobrar algo, precisamos primeiro dar o exemplo. Lembre-se que  atitudes falam mais por do que  palavras. É importante ter uma postura colaborativa! Torne-se aquilo que você quer que os outros sejam!

 

Gostou do artigo? Então compartilhe com seus amigos mais queridos!